Somewhere or other there must surely be
The face not seen, the voice not heard,
The heart that not yet – never yet – ah me!
Made answer to my word.

Somewhere or other, may be near or far;
Past land and sea, clean out or sight;
Beyond the wandering moon, beyond the star
That tracks her night by night.

Somewhere or other, may be far or near;
With just a wall, a hedge, between;
With just the last leaves of the dying year
Fallen on a turf grown green.
.
Christina Rossetti
.
*imagem retirada da internet

7 comentários:

    On 06 junho, 2009 BC disse...

    An English Poetry__________very good.
    Poesisa é sempre poesia sempre, e em qualquer língua
    beijo

     

    O teu espaço está cada vez mais lindo... Beijos e obrigado pela visita na floresta.

     

    Somewhere or other, I would like to invite you to join us for a cup of tea in LOC. :)

     

    Nossa!! Amei seu blog, muito educativo, incentivador. Viajei nas leituras. Suas ugestões são ótimas. Demais!! Parabéns. Estou lendo, no momento, "A menina que roubava livros", ainda no comecinho, mas me parece bastante interessante.Voltarei mais vezes.

    Beijos e bom domingo.

     

    adoro escrever em inglês *-*
    eu tinha um blog no qual só escrevia em ingles, mas fechei-o por falta de tempo para escrever...

    aproveito pra te convidar a ler o blog Codinome Folk.
    conta a história de um garoto 'comum' que vai descobrindo sua verdadeira identidade: um espião.
    novo post todos domingos em Codinome Folk
    http://www.codinomefolk.blogspot.com/

    por mim e meu colega Guilherme Carvalho. vale a pena conferir ;)dá uma passadinha lá dps! bjs!

     

    Nós lusoparlantes não temos muito o hábito de ler poesia em inglês; mas às vezes esta língua tem uma musicalidade incrível. E este poema é um bom exemplo, gostei, li estes versos como uma oferta!
    PS: O livro que estás lendo, "O Monte dos Vendavais", achei muito curioso este título, pois no Brasil ele foi traduzido como "O Morro dos Ventos Uivantes"!

     

    A nova decoração está muito bonita!
    Quanto ao poema, tocou-me pela sua singeleza e pela sua razão..

     

Blogger Templates by Blog Forum