Sinopse:
Há vinte anos Dennis Danson foi preso pelo brutal assassínio de uma jovem na Florida, no condado de Red River.
Na actualidade é o assunto de um documentário resultante de um frenesi on-line para descobrir a verdade e libertar o homem que foi injustamente acusado.

A muitos quilómetros, em Inglaterra, Samantha é obcecada pelo caso de Dennis e começa a corresponder-se com ele. Sam depressa cai enfeitiçada pelo charme e bondade que ele tem para com ela. Decide rumar a Red River, para trabalhar na sua libertação e casar com ele.

Mas quando a campanha é bem-sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir pormenores que sugerem que afinal ele pode não ser assim tão inocente.

Mas como confrontar o marido quando não se quer descobrir a verdade?


Críticas:
«Adorei A Mulher Inocente, bem feito e convincente. Manteve-me a adivinhar e embrenhada! 5 estrelas!» C. J. Tudor, autora de O Homem de Giz

«Consegue-se ouvir a música ameaçadora desde o princípio; é um thriller fantástico.» Lee Child

«Hábil, inteligente e muito oportuno.» The Sunday Mirror

«Escrito com coragem, o livro capta com habilidade a natureza da obsessão e as suas consequências e culmina num clímax que Patricia Highsmith teria admirado.» The Daily Mail

Sinopse:
O inspector Harry Hole, da Brigada Anticrime de Oslo, é enviado numa missão a Sydney, na Austrália, para investigar um homicídio. Deve colaborar com as autoridades locais, mas tem instruções para se manter longe de sarilhos. A vítima é uma norueguesa de vinte e três anos, em tempos uma celebridade televisiva na Noruega.
Harry não consegue ser um simples espectador e, à medida que se envolve na investigação, trava amizade com um dos detetives responsáveis pelo caso. Juntos percebem que estão a lidar com o último de vários homicídios por resolver, e o padrão diz-lhes que estão na presença de um psicopata que atua ao longo do país. Quando estão prestes a descobrir a identidade do assassino, Harry começa a temer que ninguém esteja a salvo, principalmente as pessoas envolvidas na investigação… e os seus receios transformam-se no seu mais profundo pesadelo!

Opinião:
Esta leitura pertence ao meu Desafio de2018.
Jo Nesbø  é um autor o qual já li críticas muito boas, e por isso estava bastante curiosa. Como me acontece frequentemente, quando a espetativa está tão elevada, no fim fico bastante desiludida… Realmente foi o que me aconteceu.
Como a sinopse já nos diz, o inspector Harry Hole, da Brigada Anticrime de Oslo, é enviado numa missão a Sydney, na Austrália, para investigar um homicídio de uma cidadã norueguesa.
Ao longo da obra vamos seguindo as pistas do inspector Harry bem como dos inspetores Australianos. As pistas que têm de início são poucas, por isso por vezes parece que avançam para logo recuarem, e andam nisto grande parte desta investigação.
Vamos conhecendo melhor a personagem principal, os seus problemas com o álcool e devido a esse motivo o seu lado mais negro, e as suas relações amorosas um pouco conturbadas.
Embora Harry esteja envolvido numa investigação por vezes “entra em modo turista” e vamos “conhecendo” algumas zonas Australianas, a sua sociedade, o povo aborígene e as suas lendas.
Finalmente… Penso que a resolução do caso foi bastante confuso e nada atraente.
O que realmente me atraiu nesta obra foram as partes em que se “entrou em modo turista”, atraiu-me tanto que um dia se poder visitarei este país.


Sinopse:
Este livro, extraordinário na sua simplicidade e autenticidade, aborda a forma como o diagnóstico desta doença num adulto pode/deve ser transmitido aos filhos pequenos e como o respetivo tratamento pode/deve ser vivido em família. 
Baseado na história verídica de uma mãe a quem foi diagnosticado cancro da mama quatro meses após o nascimento da filha, este livro acompanha todas as fases do tratamento – a cirurgia, a quimioterapia, a queda do cabelo, a radioterapia… –, apostando sobretudo na “cura pelos afetos” e constituindo um excelente ponto de partida para explicar às crianças uma doença tão séria. 
Pela ternura e delicadeza com que o tema é tratado, mas também pelo seu pragmatismo, este é um livro claramente susceptível de ajudar, incentivar e motivar os doentes oncológicos na sua luta quotidiana contra a doença que os aflige.


Maria Dinis Mineiro


Maria Dinis Mineiro nasceu na cidade da Covilhã, na freguesia de Stª Maria, a 16 de Abril de 1992. Desde sempre residiu na Vila de Tortosendo. As suas áreas de interesse são bastante diversificadas, desde o desporto, a música, a dança, o teatro, integrando vários grupos escolares e de jovens. No âmbito da participação em grupos e bandas musicais participou na gravação de dois CDS e vários espectáculos. Neste momento frequenta o 11º ano, do curso de Ciências e Tecnologias, na Escola Secundária / 3 Quinta das Palmeiras, Covilhã.
Autora da obra "Diário de Beatriz".



Este mês de Abril com o apoio da MARCADOR temos para oferecer, em passatempo nesta rubrica, um exemplar de "Encontrei-te nas Páginas de um Livro" de Xavier Bosch.
Leiam as regras...





Encontrei-te nas Páginas de Um Livro é um romance sobre a força perdurável do amor. Jean-Pierre Zahardi, galerista na Rive Gauche, é um espírito livre. Paulina Homs, com uma tranquila vida familiar em Barcelona, chega a Paris para o casamento da prima. Como se o destino o tivesse reparado, entre eles nascerá uma atração inesperada que mudará as suas vidas para sempre. 

Este livro é a crónica da procura e da reconstrução de uma história de amor, a de Paulina e Jean-Pierre, através das recordações, dos documentos e do testemunho das pessoas que conheceram a paixão clandestina do casal. Será a filha de Paulina, Gina, que descobrirá muitos anos depois da morte da mãe o grande amor que a marcou para sempre.

Aguarda o leitor uma viagem pelas livrarias mais bonitas do mundo, onde estão dispersos os testemunhos misteriosos e comoventes desse amor, e uma viagem no tempo, para descobrir aqueles quatro dias únicos e inesquecíveis. Eternos.

Regras da rubrica:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.

Por aqui estamos a ler...

 

E vocês?? O que andam a ler??

Sinopse:
Confinado a um quarto sem janelas, algures na costa oriental africana, James More é mantido em cativeiro por guerrilheiros jihadistas. Capturado enquanto espiava as operações da al-Qaeda na região, enfrenta agora privações extremas, tortura e marchas forçadas pelas terras áridas da Somália. a milhares de quilómetros de distância, no mar da Gronelândia, Danielle Flinders, biomatemática, prepara-se para mergulhar nas águas profundas do oceano a bordo de um submersível.

Apesar da distância que separa James e Danielle, as memórias de ambos fazem-nos regressar ao Natal do ano anterior, passado num hotel na costa atlântica francesa, num encontro do qual resultou um intenso romance entre os dois. e é sempre de um para o outro e para o oceano que as suas mentes os conduzem num magnetismo poderoso, ao mesmo tempo ameaçador.

Uma história de amor, uma meditação sobre a mortalidade e um retrato vívido do lugar do Homem na Terra. J. M. Ledgard mostra neste livro magnífico ser um escritor de largos horizontes e uma vasta ambição literária.


Críticas:
«Uma obra notável. Comovente e inquietante, difícil de esquecer.» Norman Foster, escritor

«Um dos 100 livros mais notáveis do ano.» New York Times

«Um dos melhores livros do ano.» Publishers Weekly

«Uma obra que entrelaça na perfeição dois mundos aparentemente irreconciliáveis.» Wall Street Journal

«Um romance belo, extraordinário, de fruição plena. Um livro ambicioso que provoca reações intensas.» Booklist




Sinopse:
Um thriller vertiginoso, repleto de reviravoltas inesperadas e com um final surpreendente.
Uma forte tempestade de neve.
Darby Thorne é uma estudante universitária que se encontra a viajar de carro no meio das Montanhas Rochosas, desesperada para ir ter com a mãe ao hospital. Quando é atingida por um forte nevão, Darby é obrigada a permanecer numa área de repouso junto à estrada.

Quatro estranhos e uma criança raptada. Darby percebe que terá de pernoitar ali, juntamente com quatro estranhos. Até que descobre uma menina numa jaula dentro de um dos carros estacionados em frente à área de repouso. Quem é aquela criança? Porque se encontra presa? E qual dos quatro estranhos será o raptor?

Sem saber em quem confiar, o que fazer?
Não há rede de telemóvel, as linhas telefónicas não funcionam e não há por onde fugir, pois as estradas encontram-se cortadas devido à tempestade de neve.
Em quem poderá Darby confiar e como irá ela salvar a criança?


Críticas:
«Um dos thrillers mais tensos e envolventes que alguma vez lerá.» Fantastic Fiction

Sinopse:
Um romance poderoso sobre a amizade, tendo como pano de fundo um circo durante a Segunda Guerra Mundial. Duas mulheres extraordinárias e as suas histórias angustiantes, de sacrifício e sobrevivência. Noa, de 16 anos, fica grávida de um soldado do exército nazi e é forçada a desistir do seu bebé recém-nascido. Vive no piso superior de uma pequena estação ferroviária, a troco de limpezas... Quando descobre dezenas de crianças judias amontoadas num vagão cujo destino é um campo de concentração, ela não consegue deixar de pensar no filho que lhe foi retirado.

E, num momento que mudará a sua vida para sempre, agarra numa das crianças e foge com ela pela noite fora sob um forte nevão. Acaba por encontrar refúgio num circo alemão, mas vai ter de aprender números de trapézio para poder passar despercebida, não obstante o azedume de Astrid, a trapezista principal. a princípio rivais, Noa e Astrid em breve criam poderosos laços de afecto entre si.

Mas como a fachada que as protege se torna cada vez mais ténue, elas têm de decidir se a amizade entre ambas é suficiente para se salvarem uma à outra - ou se os segredos que guardam deitarão tudo por terra.


Críticas:
«O primeiro capítulo mais fascinante que alguma vez li. Com talento e emoção, Pam Jenoff guia -nos através de uma narrativa convincente sobre a amizade e a coragem durante a Segunda Guerra Mundial.» Charles Belfoure, autor de O Arquiteto de Paris

«Uma história comovente e de grande intensidade sobre a vida e o amor, o heroísmo e o sacrifício em tempo de guerra.» My Weekly

«Um tributo ao espírito humano e à sua capacidade de se erguer do mais profundo desespero.» NPR




Na terça-feira divulgamos a mais recente obra de José Eduardo Agualusa, o seu lançamento está previsto para dia 20 deste mês.
Já repararam bem na capa?
É lindaaaaaaa...



Sinopse:
Este diário de viagem, iniciado em Moscovo em abril e terminado em agosto de 1900, é um documento da maior importância para compreender a evolução de Lou Andreas-Salomé.
Nesta viagem, Lou reencontra o país da sua infância. É uma época em que alcança a maturidade, e o destino surge-lhe com uma promessa de plenitude. O diário é ocasião de uma descoberta de si própria, pois a viagem é para ela uma realização do seu ser.
A Rússia evocada é também a de Tolstoi, que os dois viajantes — Rilke e Andreas-Salomé — visitam, e dos movimentos que anunciam a Revolução de Outubro de 1917.


Opinião:
“Na Rússia com Rilke” é um pequeno diário da viagem realizada em 1900 pela escritora, filósofa, psicanalista Lou Andreas - Salomé, com Rainer Maria Rilke.

A escritora cresceu no seio de uma pequena comunidade de emigrados alemães na Rússia, onde o seu pai obteve autorização do czar para criar uma igreja reformada. Falava e escrevia sobretudo em alemão, mas era igualmente fluente em russo e francês. Aos dezassete anos perdeu o pai, adotando como mestre o pastor Hendrik Gillot, que lhe ensinou teologia, filosofia, história das religiões e literatura francesa e alemã.
Convertida à religião luterana, Lou recusou uma proposta de casamento de Gillot. Partiu com a mãe para Zurique, onde se inscreveu na universidade, a única europeia que, na época, admitia mulheres.
Para a época Lou era uma mulher muito moderna, foi uma intelectual que escandalizou a sociedade por quebrar várias regras morais e por ter tido vários relacionamentos amorosos. Em 1887, Lou casou com Friedrich Carls Andreas, mas esta ligação não a impediu que se envolvesse sentimentalmente com o Jornalista e político Georg Ledebour. Em 1897 ainda casada, conheceu Rainer Maria Rilke (foi quem a acompanhou nesta viagem à Rússia), e teve uma relação amorosa que durou três anos, a amizade, essa durou por toda a vida.

Neste diário Lou não fala das suas relações amorosas, do marido apenas diz uma vez que está a escrever sobre a viagem e que lhe vai enviar uma carta, sobre Rilke também diz muito pouco.
Lou ao longo desta viagem recorda e encontra a sua infância, como se estivesse a procurar o seu verdadeiro “eu”, no fim desta viagem sente-se uma nova pessoa.
Durante viagem visita Moscovo, Tula, Kiev, Poltava, Saratov, Nisovka, Novinki, Tchudovo, Novgorod, Finlândia e Rongas.
Como religiosa, visita várias igrejas e descreve o seu interior de forma muito minuciosa, comparando-as umas com as outras, por diversas vezes menciona a relação do povo com a religião.
Esteve algumas vezes com Tolstoi, e com o filho deste.
Visitou várias galerias de arte, e explicou minuciosamente o que continha e o que interpretava em diversas obras que viu de diversos artistas Russos.
Lou para além de muito curiosa é muito descritiva, e tenta sempre ir ao pormenor de tudo o que vê e nas conversas que tem, com as diversas pessoas com que vai tendo contato ao longo da viagem. Tanto que quando descreve uma paisagem e o seu povo, é como se estivéssemos a seu lado a ver essa imagem.

Gosto bastante da capa deste livro, é muito simples, uma fotografia da autora, onde mostra toda a sua beleza e a expressão do seu olhar.
Quanto às “Notas de Tradução”, na minha opinião ficariam melhor no rodapé da página, a onde essa nota é necessária, em vez de estarem nas últimas páginas do livro. Talvez tenham optado por o fazer dessa forma devido à pequena dimensão das páginas deste livro.
Gostei de conhecer esta mulher tão ousada e inspiradora.


Para mais informações ver aqui.


Sinopse:
Neste livro, os temas são variados: da literatura portuguesa ou de uma frase de Borges à situação política em Angola, de uma navalha sul-africana à teoria dos sonhos e ao cabelo da sua filha, da lista de inspirações para a sua obra até à beleza da Ilha de Moçambique e à herança portuguesa no Brasil - sempre num registo literário que ultrapassa a fronteira do tempo e da sua contingência.

O autor faz desses textos o ponto de partida para um livro mais complexo, misturando fragmentos do seu diário com crónicas publicadas na imprensa, ou seja, para um mapa do conhecimento do presente.


Este mês de Abril com o apoio da MARCADOR temos para oferecer, em passatempo nesta rubrica, um exemplar de "Encontrei-te nas Páginas de um Livro" de Xavier Bosch.
Leiam as regras...





Encontrei-te nas Páginas de Um Livro é um romance sobre a força perdurável do amor. Jean-Pierre Zahardi, galerista na Rive Gauche, é um espírito livre. Paulina Homs, com uma tranquila vida familiar em Barcelona, chega a Paris para o casamento da prima. Como se o destino o tivesse reparado, entre eles nascerá uma atração inesperada que mudará as suas vidas para sempre. 

Este livro é a crónica da procura e da reconstrução de uma história de amor, a de Paulina e Jean-Pierre, através das recordações, dos documentos e do testemunho das pessoas que conheceram a paixão clandestina do casal. Será a filha de Paulina, Gina, que descobrirá muitos anos depois da morte da mãe o grande amor que a marcou para sempre.

Aguarda o leitor uma viagem pelas livrarias mais bonitas do mundo, onde estão dispersos os testemunhos misteriosos e comoventes desse amor, e uma viagem no tempo, para descobrir aqueles quatro dias únicos e inesquecíveis. Eternos.

Regras da rubrica:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.

Por aqui estamos a ler...

 

E vocês?? O que andam a ler??


Com textos de Linda Chapman e ilustrações de Lucy Fleming, as aventuras de O Mundo dos Amigos Estrela vão encantar leitoras de todas as idades. Espelho Mágico e Desejo Amaldiçoado são dois livros que apelam à relação mágica entre as meninas e os seus animais encantados. Duas histórias que promovem valores fundamentais como a amizade, a harmonia, a entreajuda e o companheirismo.

Sinopse:
O Mundo dos Amigos Estrela: Espelho Mágico
Acreditas em magia? A Maia e as suas amigas acreditam! A irmã mais velha da Maia tem andado estranha, e os Animais Estrela desconfiam que há magia negra no ar. Será que a Maia e as amigas conseguem ajudá-los a derrotar as Trevas? Vem conhecer o Mundo Estrela, um lugar de animais mágicos que querem ajudar a Terra.

Sinopse:
O Mundo dos Amigos Estrela: Desejo Amaldiçoado
Acreditas em magia? A Maia e as suas amigas acreditam! Vem conhecer o Mundo Estrela, um lugar de animais mágicos que querem ajudar a Terra. Uma maré de azar parece ter atingido a equipa de ginástica, mas tudo isto cheira a magia negra. Terão as Amigas Estrela poderes mágicos suficientes para a combater?



 Um casal preso na rotina decide embarcar numa experiência para apimentar a vida íntima, mas o preço a pagar pode ser demasiado alto.
Um casamento aberto durante seis meses.
O que pode correr mal?
Da criadora e produtora-executiva da série da ABC American Housewife.

 Sinopse:
Olho para mim, uma nova-iorquina moderna e bem sucedida convertida ao papel de dona de casa suburbana! Acordo entre o caos. Não há tempo para me arranjar, porque o meu filho — o pequeno ditador da casa — quer atenção.
Divido o dia entre tarefas domésticas e pequenas batalhas às quais a mãe de um filho autista tem de se habituar. O meu marido chega. Também cansado. Não saímos, já não fazemos nada de excitante. Fomos engolidos pela rotina.
O que acontece depois do «Felizes Para Sempre»?
Um dia, num serão com amigos, falam-nos das vantagens de um casamento aberto e da forma como pode apimentar a nossa vida. E de repente dou por mim a pensar: porque não?
Convictos de que uma pausa no seu casamento lhes poupará angústias futuras, Lucy e o seu marido Owen embarcam num Acordo para se traírem: seis meses, uma dezena de regras e zero perguntas.
Que comece a experiência!


Críticas:
«Um romance absolutamente divertido.» — People

«Uma comédia hilariante e precisa sobre a crise de meia-idade de um casamento e o que acontece quando este descarrila.» — Maria Semple, autora de Hoje Vai Ser Diferente Até ao Fim do Mundo


Autora:
Sarah Dunn é romancista e argumentista de televisão, incluindo a série Cidade Louca (para a qual foi coautora do episódio de despedida de Michael J. Fox) e a aclamada Bunheads. A autora também é criadora e produtora-executiva da série da ABC American Housewife.
O Clube dos Casados é o seu primeiro livro publicado pela Topseller.
Atualmente vive nos arredores de Nova Iorque.


“Nós os Ursos” (Divulgação)


As aventuras dos Ursos mais conhecidos do Cartoon Network estão agora em livro! Com ilustrações em todas as páginas, um dos títulos revela-nos a história dos três irmãos e o outro está cheio de atividades divertidas que os mais novos vão adorar fazer!

O Pardo, o Panda e o Polar podem parecer um trio improvável, mas a sua amizade supera tudo. O Pardo é o mais velho dos três, e sem dúvida o mais bem-disposto. O Panda é um entusiasta das redes sociais, embora seja muito tímido. O Polar é o mais novo e o mais forte, mas muito sossegado. Acompanha estes três ursos tãããão divertidos!

 Sinopse:
Com Nós, os Ursos: Manual de Sobrevivência vais poder acompanhar os ursos e os seus amigos nas suas loucas aventuras! Leva-o contigo para todo o lado? São montes  de atividades para testares os teus conhecimentos sobre o Pardo, o Panda e o Polar.



Sinopse:
Se julgas que sabes tudo sobre Ursos? Estás muito enganado! Nós, osUrsos: Ursos Fantásticos em Tudo é o resultado de um trabalho minucioso que a Chloe fez para a universidade. Um trabalho sobre ursos, vejam só. Devia ser rigoroso e tal, mas nós, os Ursos, descobrimos imensos erros. Por isso, vamos repor a verdade! Vais aprender tudo sobre nós: desde as nossas habilidades no jiu-jitsu, até às nossas mentes brilhantes. Diverte-te a lê-lo!



Fiona Mozley foi a grande revelação literária de 2017, surpreendendo com a sua nomeação para a shortlist do Man Booker Prize a par de nomes como Paul Auster, Ali Smith e George Saunders. Além de finalista do Man Booker Prize, Elmet – Vidas Desencantadas foi eleito LIVRO DO ANO por várias publicações e está nomeado para o Women’s Prize for Fiction/2018. A edição portuguesa chegou às livrarias no dia 4 de Abril.
 

Sinopse:
Elmet – Vidas Desencantadas é um romance belo, selvagem e inquietante sobre as dicotomias do ser humano, os contrastes da realidade, o sentido de pertença, o amor da família e a violência que todos temos dentro de nós.

Nas suas páginas acompanhamos a viagem de Daniel para Norte. A vida simples que levava com a irmã Cathy e o pai desapareceu; tornou-se ameaçadora e sinistra. Viviam os três à margem da sociedade, numa casa que o pai construíra no bosque, caçando e procurando comida. O pai dissera-lhes que a pequena casa em Elmet era deles, mas afinal isso não era verdade. E alguns homens daquela terra, gananciosos e vorazes, começaram a vigiá-los de perto.
O pai é pugilista e um homem gigante. Cathy é como o pai: feroz e com uma raiva que permanece à flor da pele. Danny é como a mãe: gentil e sensível. Os três juntos vivem felizes e tranquilos. Mas às vezes, quando o pai desaparece, volta com fúria nos olhos. Em casa encontra sempre paz, mas a violência que guarda dentro parece aumentar cada dia mais…
Uma história sobre família, amor e violência; uma análise à sociedade contemporânea, ao indivíduo e à realidade, aos conceitos de classe às discrepâncias entre quem somos e quem somos capazes de ser.


Críticas:
«Uma estreia notável que revela a vida à margem da sociedade. Uma história evocativa e sombria que não se consegue esquecer.» Financial Times, Livros do Ano

«Um livro que é uma explosão silenciosa, requintado e inesquecível.» The Economist

«Uma fábula gótica construída de forma inteligente. Elmet é uma conquista magnífica.» Times Literary Supplement

«Um noir rural contemporâneo e fundador, impregnado de literatura e lendas da paisagem da região e da sua história medieval.» The Guardian

«Um trabalho de uma beleza perturbadora. Brutal, sombrio, etéreo.» New Statesman

«Lírico e mítico. Uma encantadora manta de retalhos de influências unidas pela voz distinta de Mozley.» New York Times

«Combinação de idílio pastoril, exposição política, saga familiar e conto de terror, lê-se como uma história tradicional de crianças que se transforma num filme de gangsters: Hansel e Gretel misturado com O Padrinho.» Sunday Times

«Uma estreia mágica, que parece imersa num passado mais primitivo e violento. Numa prosa poética sedutora, este livro traz à luz os estragos do poder usado de forma cruel, mas também uma força oposta: o extraordinário sustento que a devoção familiar consegue dar.» People Magazine


 O Simão, o Leãozinho da Vila Meiga, está de regresso com novas peripécias. Tal como tu, o Simão está a crescer, gosta de divertir-se e de viver grandes aventuras. Afinal de contas, não há nada melhor do que ser criança!

Maria Inês de Almeida (texto) e Aurélie de Sousa (ilustração) deram vida a esta coleção, que com estes dois títulos (Vamos Acampar! e O Circo Chegou!) já conta com sete: É Tão Bom Ter AmigosJá Não Tenho medo do Escuro, Parabéns, Simão, Vem aí um Bebé e a Magia do Natal foram os primeiros. Estes livros são ideais para ler em voz alta às crianças e para os mais novos que já iniciaram a leitura autónoma. Inclui uma secção de conselhos para pais e educadores escrita pelo conhecido pediatra Hugo Rodrigues.


Sinopse:
Vamos Acampar!
O Simão e os amigos vão acampar pela primeira vez e não cabem em si de contentes. O parque de campismo é enorme, e é muito divertido montar as tendas, mesmo que não seja uma tarefa tão fácil como parece! Entre brincadeiras e uma bela pescaria no riacho, as crianças também vão aprendendo como é importante cuidar e respeitar a natureza. Depois de salvarem um passarinho que caiu do ninho, de se perderem na floresta e de, com muita esperteza, encontrarem o caminho de volta, os quatro pequenos exploradores acabam o dia da melhor forma: juntos e a cantar. Viva a amizade!

O Circo Chegou!
O Circo Catita acabou de chegar à Vila Meiga! Dias antes do espetáculo, o Simão e os amigos observam os artistas a trabalhar com alegria. Só que, inesperadamente, o Palhaço Borboleta apanha uma valente gripe e o seu número é cancelado. É então que o Simão tem uma ideia leãotástica: ele e os amigos vão substituir o Borboleta! Com ensaios apressados e roupas improvisadas, as crianças mostram a todos que a coragem e a amizade são a solução para qualquer problema. 



A Vencedora do Passatempo Relâmpago é a

Sofia


(fica a foto do comentário)



Sofia, tens a partir de hoje, 30 dias para enviares os teus dados para o mail do blogue
ligialeituras@gmail.com


Parabéns e continuação de boas leituras!

Blogger Templates by Blog Forum